BRINCADEIRAS DE AMOR

A vida resume-se a uma coisa: a busca da felicidade. Todos queremos ser felizes, seja de que maneira for. O que interessa é que, quando à noite deitamos a cabeça na almofada, nos apeteça rir e acordemos com uma gargalhada. Grande parte das vezes, o amor é um caminho para a felicidade, mas em outras alturas pode ser uma armadilha.

‘Toy Love’ o terceiro filme de Harry Sinclair, brinca com o amor, sexo e a infidelidade, tal como já acontecia nas suas anteriores obras. É uma comédia descomprometida, hilariante e inovadora, que não pretende dar lições a ninguém, apenas mostrar do que são capazes as pessoas para atingir o seu objectivo primordial da vida. E para isso, não há limites. Ben mente e engana a sua namorada Emily com uma facilidade atroz. Mas o feitiço vira-se contra o feiticeiro quando Ben conhece a sedutora e inesperada Chloe. Quando Emily confessa que não consegue dizer não ao seu mecânico, Ben tem a oportunidade de lhe “dar com os pés”.Mas, se Ben adora sexo, desde que não seja com a namorada, Chloe prefere-o com homens comprometidos. Ele vai ter de arranjar o mais depressa possível outra namorada. Tal como em “Amor e Vacas”(The Price of Milk”), mas num registo totalmente diferente, Sinclair não olha a meios para nos dar a comédia do ano.

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *