PRÉMIOS FANTASPORTO’2005 – O ANO DA DIVERSIDADE

PRÉMIOS FANTASPORTO’2005 – O ANO DA DIVERSIDADE
Noticias do dia de hoje no mundo O realizador canadiano, Vincenzo Natali, volta a impressionar o Fantasporto. Depois de “Cube” e “Cypher” arrecada o Grande Prémio Fantasporto de Cinema Fantástico, com argumentos muito simples, em “Nothing”. A crueza do filme sul-coreano “Old Boy”, de Chan-Wook Park, deixa “knock-out” o Júri da Semana dos Realizadores. E, na Secção Orient Express, “My Mother the Mermaid”, de Park Heung-shik, uma comédia dramática em tons sobrenaturais, uma ode a todas as mães do mundo, derrete o coração do Júri.

Vincenzo Natali é um dos mais originais e bem sucedidos realizadores do fantástico actual. Depois de “Cubo” (Grande Prémio Fantas 99) e “Cypher”, que ganhou o Gold Raven e o Prémio Especial do Juri no Fantas 2003, recebemos “Nothing”, um mundo surrealista e fantástico, possível apenas no cinema. O Júri da Secção Oficial de Cinema Fantástico atribui-lhe o Grande Prémio da 25ª edição do Fantasporto.
Outro dos vencedores, deste ano, é “Bubba Ho-Tep” de Don Coscarelli. O filme do realizador de “Phantasm” (1979) ganhou o Prémio Especial do Júri e o actor Bruce Campbell o prémio de Melhor Actor, pela sua magnífica personificação de Elvis Presley, o rei da música rock!
A norte-americana Karen Black recebe o prémio de Melhor Actriz, no filme “Firecracker”, de Steve Balderson, onde contracena com Mikke Patton, líder dos extintos Faith no More. Um thriller sobre o ambiente psicótico e de hysteria no seio de uma família, onde o fanatismo religioso, e não só, impõe regras.
O Júri da Secção Oficial de Cinema Fantástico premiou, ainda, o realizador do filme francês, “Les Revenants”. Robin Campillo é premiado pelo seu trabalho atrás da câmara, num filme inspirado nas obras de ficção científica dos anos 50, onde os mortos ressuscitam e regressam aos lugares onde viviam. O filme ganhou, igualmente, o Prémio Méliès de Prata e é o candidato do Fantasporto ao Prémio Méliès de Ouro.
A curta-metragem “Le Dernière Minute” de Nicolas Salis, não só ganhou o Méliès de Prata para a melhor curta-metragem, como também, o Prémio de Melhor Curta de Cinema Fantástico do festival.
O Melhor Argumento do Fantas’05 é o de “Saw”, o visceral filme de James Wan, que escreveu a história com Leigh Whannell.
A 15ª Semana dos Realizadores é dominada por dois filmes: “Old Boy” e “Sideways”. Depois do Grande Prémio do Juri do Festival de Cannes 2004, o sul coreano “Old Boy” de Chan-Wook Park arrecada os Prémios Melhor Filme da Semana dos Realizadores e Argumento. Acção, mistério e artes marciais como os sul coreanos sabem fazer, num filme brilhante. “Sideways” de Alexander Payne é distinguido com os prémios Especial do Júri e Melhor Actor (Paul Giamatti). O filme, ainda recentemente, foi premiado na cerimónia dos Óscares de Hollywood.
O melhor realizador é o japonês Naoto Kamazawa, do episódio “Birthday”, do filme “Tokyo Noir”. Em “Birthday”, a vida rotineira de Mari esconde o segredo do pai ter saído de casa no dia do seu sétimo aniversário. Desde então o dia de anos é o dia mais triste do calendário. Até ai dia em que encontra um cabeleireiro que transforma o patinho feio numa mulher sedutora.
Destaque, ainda, para a Secção Oficial Orient Express. O melhor filme é “My Mother the Mermaid”, uma comédia dramática que quebra as barreiras do espaço e do tempo. Aos 20 anos, Kim trabalha nos Correios e sonha viajar para a Nova Zelândia. Está farta dos pais e quando está prestes a embarcar no seu sonho, o pai desaparece sem deixar rasto. Kim decide procurá-lo e viaja para a sua terra natal. Misteriosamente, encontra a pessoa que nunca esperaria encontrar: a mãe, com menos 30 anos.
O Júri da Orient Express atribuir o Prémio Especial a “Vital” de Shynia Tsukamoto. Do celebrado realizador dos “Tetsuo” e de “Snake of June”, o regresso do terror e do fantástico mais criativo do Oriente. Um homem – Vital – sofre de amnésia traumática, depois de um acidente de automóvel. Em convalescença retoma os seus estudos de Medicina para encontrar na morgue do hospital, o cadáver tatuado de uma mulher… que ele bem conhece.

OS NÚMEROS DO FANTASPORTO

Os números deste Fantas são de novo impressionantes. No total, o Fantasporto 2005 registou 600 mil visitantes, entre sessões de cinema, Feira Multimédia, Colóquios, Debates e Conferências de imprensa. Foram passados perto de 1000 cartões para Imprensa, Convidados, Indústria e Participantes, o que só por si, permitiria que os detentores desses cartões assistissem ao dobro das sessões, que as salas do Fantasporto exibiram. Contudo, os números oficiais poderão atingir o número de 50 mil bilhetes vendidos, o que ultrapassa em 25 % o número de bilhetes até agora vendidos no Fantasporto.
O Fesrtival Internacional de Cinema do Porto tem um orçamento de cerca de 3 milhões de euros, sendo um milhão de euros em entradas directas de patrocínios, subsídios e bilheteira e 2 milhões em serviços, dos quais cerca de um milhão e 200 mil em acordos com os media portugueses e espanhois.
Durante 16 dias, em 4 salas do Grande Porto o Fantas teve cerca de 200 sessões de cinema mais de 150 longas metragens e cerca 50 curtas metragens. São 2,5 toneladas de filmes para um total de 200 kilómetros de filme. Uma outra curiosidade – se todos os filmes fossem exibidos em contínuo (durante as 24 horas de um dia) numa mesma sala de cinema as máquinas deveriam queimar, pois seriam necessários 45 dias de projecções contínuas!
Um outro dado interessante – tendo em conta o número médio de espectadores do Festival nos últimos 5 anos – cerca de 100.000, poder-se-á dizer que, tendo em conta os apoios financeiros recebidos o Estado Português investe por espectador no Fantasporto cerca de 2 Euros, a Autarquia, 0.60 Euros e o Fantasporto, tendo por base os apoios privados recebidos, receitas directas e permutas “investe” por espectador no Festival 6.50 Euros.
Convidados portugueses e estrangeiros foram cerca de 400. Comunicação Social com cerca de 200 acreditados. 4 hoteis e apoio estratégico de cerca de 120 pessoas na organização do certame.
O Fantasporto regressa no próximo ano, para a 26ªa edição, entre os dias 27 de Fevereiro a 12 de Março, no Teatro Rivoli e nos Cinemas AMC, do Arrábida Shopping.

PALMARÉS FANTASPORTO 2005/FANTASPORTO’2005 AWARDS

SECÇÃO OFICIAL CINEMA FANTÁSTICO/OFICIAL FANTASY SECTION

GRANDE PRÉMIO/Best Film Award : NOTHING (VINCENZO NATALI) CANADÁ/CANADA
PRÉMIO ESPECIAL DO JURI/ Special Prize of the Jury: BUBBA HO TEP (DON COSCARELLI) EUA/USA
MELHOR REALIZAÇÃO/ Best Direction: ROBIN CAMPILLO (LES REVENANTS) FRANÇA/FRANCE
MELHOR ACTOR/ Best Actor: BRUCE CAMPBELL (BUBBA HO TEP) EUA/USA
MELHOR ACTRIZ/ Best Actress: KAREN BLACK (FIRECRACKER) EUA/USA
MELHOR ARGUMENTO/ Best Screenplay: SAW (JAMES WAN) EUA/USA
MELHORES EFEITOS VISUAIS/ Best Visual Effects: NATURAL CITY (BYUNG-CHUN MIN) COREIA DO SUL/SOUTH KOREA
MELHOR CURTA-METRAGEM / Best Fantasy Short: LE DERNIÉRE MINUTE (NICOLAS SALIS) FRANÇA/FRANCE

SEMANA DOS REALIZADORES/DIRECTOR´S WEEK

PRÉMIO SEMANA DOS REALIZADORES FANTASPORTO 2005 / Best Film Award Directors Week: OLD BOY (CHAN-WOOK PARK) COREIA DO SUL/SOUTH KOREA
PRÉMIO ESPECIAL DO JÚRI /Special Prize of the Juri: SIDEWAYS (ALEXANDER PAYNE) EUA/USA
MELHOR REALIZADOR / Best Director: NAOTO KAMAZAWA,(episódio BIRTHDAY, do filme TOKYO NOIR) JAPÃO/JAPAN
MELHOR ACTOR /Best Actor: PAUL GIAMATTI (SIDEWAYS) EUA/USA
MELHOR ACTRIZ/ Best Actress: KATE ELLIOT (FRACTURE) NOVA ZELÂNDIA/NEW ZEALAND
MELHOR ARGUMENTO /Best Screenplay: OLD BOY (HWANG JO-YUN, LIM JUN-HYEONG, PARK CHANWOOK) COREIA DO SUL/SOUTH KOREA

ORIENT EXPRESS COMPETITIVE SECTION

GRANDE PRÉMIO ORIENT EXPRESS/BEST FILM AWARD ORIENT EXPRESS OFFICIAL SECTION: MY MOTHER THE MERMAID (HEUNG-SHIK PARK) COREIA DO SUL/SOUTH KOREA
PRÉMIO ESPECIAL DO JÚRI/SPECIAL AWARD OF THE JURY: VITAL (SHYNIA TSUKAMOTO) JAPÃO/JAPAN

MÉLIÈS AWARDS

MÉLIÈS DE PRATA/ Méliès D’Argent: LES REVENANTS (ROBIN CAMPILLO) FRANÇA/FRANCE
MÉLIÈS DE PRATA CURTA-METRAGEM/ Méliès D’Argent Short Film: LE DERNIÉRE MINUTE (NICOLAS SALIS) FRANÇA/FRANCE

TMN Award for Best Portuguese Short Movie:
Prémio TMN para Melhor Curta-Metragem Portuguesa: ABRAÇO AO VENTO (JOSÉ MIGUEL RIBEIRO) PORTUGAL/PORTUGAL

HOMAGE:
CINEMATOGRAFIA HOMENAGEADA: CINEMA ALEMÃO (GERMAN CINEMA)

The Critics Jury of Fantasporto ‘2005 has decided to grant its Award to:
O Juri da Critica do Fantasporto´2005 decidiu atribuir o prémio a: VINZENT (AYASSI) ALEMANHA

The Audience Award went to:
O Júri de Audiência/Premio JN do Fantasporto´2005 decidiu atribuir o seguinte prémio a:

The AMC Award Fantasporto’2005 has been granted to:
O Prémio AMC Fantasporto 2005 foi atribuído a: CYPHER (VINCENZO NATALI) CANADÁ /CANADA

Career Award’s
Prémios Carreira:

KAREN BLACK (ACTRIZ) EUA/USA
GUILLERMO DEL TORO (REALIZADOR) MÉXICO/MEXICO
DOUG BRADLEY (ACTOR) REINO UNIDO/GREAT BRITAIN
TINO NAVARRO (PRODUTOR) PORTUGAL
CLAUDIO SIMONETTI (COMPOSITOR) ITALIA/ITALY
BRYAN YUZNA (REALIZADOR) EUA/USA
VINCENZO NATALI (REALIZADOR) CANADÁ/CANADA
JOHN HURT (ACTOR) REINO UNIDO/GREAT BRITAIN
DARIO ARGENTO (REALIZADOR) ITALIA/ITALY
GNR (MÚSICOS) PORTUGAL

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *