AMOR E VACAS

Selecção Oficial a Concurso no Fantasporto´2001. Prémio da Crítica. Um dos melhores filmes do ano. Uma surpresa vinda da Nova Zelândia. A descobrir e a ver.

A bela Lucinda (a premiada Danielle Cormack de “Siam Sunset”), o galante Rob, 117 vacas, uns quantos goblins, uma velha e uma paisagem idílica ilustram esta segunda metragem do realizador de “Topless Women Talk About Their Lives”. Realismo mágico, humor e poesia, em filme de grande orçamento vindo da Nova Zelândia. A loura actriz de “Siam Sunset”, Danielle Cormack, e o realizador do premiado “Topless Women Talk About Their Lives”, Harry Sinclair, encontraram-se de novo neste exemplo da creatividade e fantasia do cinema neo-zelandês, um conto de fadas da era moderna que se desenrola nas magníficas paisagens rurais do país. Lucinda e Rob são os donos de belas pastagens. Contudo, numa visita à cidade, a jovem atropela uma mulher de idade embora sem consequências de maior. Porém desde esse dia fica com medo de que a sua felicidade com Rob não dure para sempre. Recorre então a pequenos jogos de sabotagem para espevitar a relação. Mas coisas estranhas começam a acontecer. Investigando, Lucinda descobre a casa da mulher atropelada. Realismo mágico mesclado com problemas bem mais sérios, como a luta das minorias maoris pelo direito à terra, o filme de Sinclair é uma pérola de inventividade, onde personagens misteriosas têm lutas bem reais, pela dignidade, pelo amor e pelo direito de ser feliz. Realce ainda para a fotografia, de écran largo e cores fortes, e a banda sonora com música de compositores russos do princípo do século, tocada pela Moscow Symphony Orchestra. Um dos melhores filmes do ano. Uma obra a descobrir. Harry Sinclair, o realizador de “Amor e Vacas” nasceu em Auckland em 1959. Começou a sua carreira como actor , primeiro na Nova Zelândia e mais tarde em Paris. Os seus primeiros filmes incluem “Casual Sex” (1993) e “Avenue du Maine” ( 1993) e a sua longa metragem de estreia foi “Topless Women Talk About Their Lives” (1997), projectada no Fantasporto 98. “The Price of Milk” (2000) é a sua segunda longa-metragem.

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *